Esta sacra é verdadeiramente espetacular pelo naturalismo que a caracteriza. De natureza heráldica, alia à vigorosa conceção um sopro de dinamismo, patente no contraste do tom natural da prata com o dourado e o colorido das pedras preciosas. As sacras eram por norma mais simples, assumindo esta a forma de águia porque se destinava, provavelmente, ao altar de São João Evangelista do Convento de Santa Clara. As sacras de altar dispunham-se normalmente sobre o altar-mor, em número de três, como auxiliar de memória do celebrante da missa.